Enfermagem - FaSeM

Duração: 5 Anos

Período: Noturno

Carga Horária: 4110h

Matrícula: R$870.00

Mensalidade Média: R$ 870,00

Coordenadora

Profª. Ma. Dayane Camelo Silva
Currículo Lattes

Apresentação

O Curso de Enfermagem situa-se no município de Uruaçu, localizado a 280 km da capital do Estado de Goiás, que tem uma população de 36.929 mil habitantes, região na qual necessita de pessoal qualificado para atuar na área. Objetiva trabalhar aliando teoria à prática, ações de promoção da saúde, prevenção das doenças, ações curativas e reabilitadoras, cotidianamente, ao tempo que vai proporcionar ao educando meios de conviver com as diferenças relacionadas ao nível de saúde da população, verificadas no Município, Estado e até no País, sem perda de rumo, para melhor atendimento aos usuários do sistema de saúde, público e/ou privado nos variados níveis de necessidades. Além disso, o referido Curso de Enfermagem foi projetado para formar profissionais voltados à preservação da saúde, numa visão integradora e multi/interdisciplinar de todas as carreiras das Ciências da Saúde e áreas afins. Está centrado no aluno como sujeito da aprendizagem e apoiado no professor como facilitador e mediador do processo ensino-aprendizagem conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). Logo, pretende-se buscar a formação integral e adequada do estudante por meio de uma articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão/assistência.

Objetivo Geral

O curso de graduação em Enfermagem tem por objetivo formar o enfermeiro capaz de influenciar na construção de novos paradigmas de saúde, através de um corpo de conhecimentos próprios, sedimentados em um pensar integral do cuidado humano, para atuar nas áreas de promoção da saúde, prevenção de doenças, no tratamento e reabilitação no processo saúde-doença do ser humano/família/comunidade, compromissado com contínuo crescimento pessoal e social, na busca de uma melhor qualidade de vida.

Objetivos Específicos

São objetivos específicos do curso de bacharelado em Enfermagem da FaSeM:

  • Desenvolver habilidades cognitivas e psicomotoras a fim de gerenciar os serviços e ações de enfermagem;
  • Aplicar o método científico no processo de gerenciar o cuidar em enfermagem do ser humano/família/comunidade;
  • Promover a saúde, prevenir a doença, tratar e reabilitar o ser humano/família/ comunidade, desde a concepção até a morte, desenvolvendo a concepção do processo saúde-doença;
  • Garantir um perfil profissional que contemple a detenção de conhecimentos, habilidades e atitudes de modo a atender o perfil epidemiológico da região, compreendendo a realidade de saúde da população, suas condições de vida e os determinantes sociais do processo saúde-doença;
  • Desenvolver a consciência analítico-reflexivo-crítico, fundamentada na relação dialética entre a teoria e a prática do profissional;
  • Estimular o questionamento, a curiosidade e a busca de novos paradigmas, desenvolvendo a investigação cientifica no campo de atuação da enfermagem;
  • Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes técnico-pedagógicas essenciais para o exercício de atividades de educação em saúde;
  • Aprimorar o cultivo pessoal e desenvolver o perfil profissional considerando como princípio básico o respeito pelo ser humano na sua dimensão holística;
  • Despertar e envolver a sensibilidade, a ética, a moral, a competência e o compromisso para as questões humanas nos vários segmentos da sociedade no processo de cuidar em enfermagem;
  • Fortalecer os programas voltados à Saúde Coletiva, como aqueles a serem trabalhados nas Estratégias de Saúde da Família e no próprio Sistema Único de Saúde (SUS), como modelo epidemiológico clínico, centrado no trabalho de equipe interdisciplinar, discutindo e/ou aprofundando o papel da enfermagem no mesmo;
  • Permitir o domínio dos métodos clínicos e epidemiológicos na abordagem dos problemas individuais e coletivos de saúde;
  • Estimular a educação continuada e propiciar a formação pedagógica com vistas a possibilidade de docência em áreas de ensino e saúde.

Perfil do Egresso

O Perfil do profissional egresso do Curso de Bacharelado em Enfermagem está em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais e previsto no Projeto Pedagógico do Curso. Este expressa as competências a serem desenvolvidas ao longo do processo de formação. Assim sendo, o curso de bacharelado em Enfermagem, proposto pela FaSeM, pretende formar o profissional de enfermagem com as seguintes características primordiais:

  • Formação generalista, humanista, crítica e reflexiva;
  • Profissional qualificado para o exercício de Enfermagem, com base no rigor científico e intelectual e pautado em princípios éticos;
  • Capaz de conhecer e intervir sobre os problemas/situações de saúde-doença mais prevalentes no perfil epidemiológico nacional, considerando questões de saúde de pequena, média e alta complexidade de ação e com ênfase nos Estratégias de Saúde da Família, identificando as dimensões biopsicossociais dos seus determinantes;
  • Capacitado a atuar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor da saúde integral do ser humano; e
  • Em condições de atuar em equipes multi e interdisciplinares.

Além dessas características primordiais, a formação do Enfermeiro por meio de uma articulação com as necessidades locais e regionais, atenderá também as necessidades sociais da saúde, com ênfase no Sistema Único de Saúde (SUS), assegurando a integralidade da atenção, a qualidade e a humanização do atendimento. Por fim, o perfil profissional do egresso será ampliado a medida em que as demandas apresentadas pelo mundo do trabalho exigirem em virtude de sua constante transformação.

Área de Atuação

O exercício profissional da enfermagem se pauta nos determinantes de saúde individual e coletiva com base no perfil epidemiológico da população e da legislação profissional vigente no país. Assim sendo, o potencial do mercado de trabalho e oportunidades para o profissional de Enfermagem, formado pela FaSeM, está assim disposto:

  • Na área da Assistência: atende aos indivíduos na comunidade, em unidades da rede básica de saúde e hospitalares, prestando assistência integral aos clientes através dos cuidados de Enfermagem. Estabelece o diagnóstico de enfermagem e plano assistencial a ser executado.
  • Na área da Pesquisa: elabora e executa projetos de pesquisa e ou extensão, individual ou em parceria com outros profissionais. Participa de projetos e execução de pesquisa em qualquer área social.
  • Na área da Administração: coordena o processo de trabalho da equipe de enfermagem. Participa do planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços de enfermagem. Gerencia órgãos de saúde integrantes da estrutura básica de instituição pública ou privada. Assessora equipes de trabalho em assuntos de saúde e de enfermagem. Participa de consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de enfermagem.  
  • Na área do Ensino: ministra programas de saúde. Planeja, coordena e executa o curso de auxiliar e técnico de enfermagem. Exerce docência no ensino superior em qualquer disciplina constante do currículo de sua formação profissional. Participa de programas de pós-graduação. Elabora, executa programas de educação continuada. Promove treinamento em serviço para equipe de enfermagem e profissionais de saúde.

Mercado

De acordo com o Conselho Internacional de Enfermeiros a Enfermagem compreende o cuidado autônomo e colaborativo ao indivíduo de todas as idades, famílias, grupos e comunidade, doente ou sadio, em todos os setores de atendimento. Inclui a promoção da saúde, prevenção da doença e o cuidado ao indivíduo doente, incapacitado e morrendo. Além das atividades diretas e assistenciais, o mercado de trabalho ainda abre oportunidades para que o profissional de Enfermagem advogue, promova ambiente seguro, participe de pesquisas, na elaboração de políticas de saúde e em sistemas de gerenciamento de saúde e ensino, sendo estes papeis chaves destes profissionais. Não obstante, caberá aos profissionais de Enfermagem a oportunidade de atuar:

1 – COMUNIDADE – onde se implementa ações vivenciais a partir do trabalho comunitário e por meio da dimensão cultural da saúde que não avança por decreto, receitas ou cuidados, mas sim, avança apenas quando a participação das pessoas se dá de forma contínua e comprometida.

2 – HOSPITAIS – promove o encontro profundo e permanente entre a pessoa com problemas de saúde e a equipe de enfermagem. É neste ambiente que os saberes sociais e tecnológicos são aplicados exigindo do enfermeiro e equipes habilidades para lidar com o outro e com seus problemas.

3 – ENFERMAGEM DO TRABALHO: EMPRESAS, ORGANIZAÇÕES E ESCOLAS – Controla o ambiente, o impacto tecnológico e as condições ambientais sobre o corpo e a mente dos trabalhadores. Organiza os trabalhadores para defender a boa qualidade de vida nos espaços ocupacionais articulando de forma preventiva a revisão dos contratos de trabalho. Orientação quanto a proteção à vida e ao bem-estar de modo a minimizar os impactos negativos que as ocupações podem causar na saúde fazendo cumprir a legislação sanitária geral e a trabalhista.

4 – INSTITUIÇÃO DE ENSINO: ➢NÍVEL MÉDIO – CURSOS DE FORMAÇÃO PARA TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM; ➢NÍVEL DE GRADUAÇÃO – FORMAÇÃO DE ENFERMEIROS; ➢PÓS GRADUAÇÃO – LATU SENSU E STRICTU SENSU; ➢PESQUISA.

5 – PESQUISA: ➢Modalidade de cuidar e de administrar; ➢Investigações epidemiológicas; ➢Investigações demográficas; ➢Investigações antropológicas; ➢Investigações históricas dentre outras.

Pesquisas realizadas em ambientes terapêuticos, nas comunidades e nas instituições de ensino, trabalho, órgãos fiscalizadores (COFEN e COREN), associações profissionais, sindicatos da categoria, entre outros.

6 – DOMICÍLIO (Home Care): Assistência de Enfermagem por meio de cuidados individuais tanto na área profilática quanto na curativa a fim de atender as necessidades integrais de qualquer pessoa no ambiente domiciliar desde o processo de elegibilidade dos clientes para a internação no domicílio à adequação dos modelos domiciliários a serem adotados.

Diferenciais

Laboratórios Multidisciplinar I (Histologia, Embriologia, Citologia, Imunologia, Genética, Patologia Geral, Parasitologia, Microbiologia geral e Microscopia); Multidisciplinar II (Bioquímica e Farmacologia); Multidisciplinar III (Anatomia Humana, Fisiologia e Biofísica); Multidisciplinar IV (Cuidado à Mulher e ao RN); Multidisciplinar V (Semiologia e Semiotécnica, Fundamentos de Enfermagem, Central de Material Esterilizado e Centro Cirúrgico, Enfermagem em UTI, Cuidado ao Adulto no Perioperatório, Emergências e Traumas); Laboratórios de Informática.

Corpo Docente

Documentação

Contato

Utilize os contatos abaixo para falar com a Coordenadora do Curso
E-mail:
 cursoenfermagem@fasem.edu.br
Telefone: (062) 3357-7272 – Ramal 21
WhatsApp de Apoio Acadêmico ao curso de Enfermagem: 62 9847-5572